Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘sofrimento’

Desgraça pouca…

Ismael Evelson Ratzkob, o aproveitador

Ismael Evelson Ratzkob, o aproveitador

E as vítimas das enchentes sofrem mais um revés. Ano passado os desabrigados de Santa Catarina sensibilizaram o Brasil inteiro que prontamente doou roupas e gêneros alimentícios. Esta semana foi preso um empresário daquele estado que, em conchavo com funcionários da prefeitura de Ilhota, um dos municípios atingidos pelas chuvas, havia recebido parte das doações e estava vendendo roupas, sapatos, colchões (e até alimentos) em um brechó a R$ 1,00 cada peça. Segundo ele, recebeu esses itens como “doação” e, portanto, poderia fazer o que bem quisesse com os mesmos, além do que se tratavam de sobras de donativos que a prefeitura não teria onde colocar. Contudo as “sobras”, só de roupas,  correspondiam a mais de 400 mil peças.

Por terem sido doadas à administração pública, só através de processos licitatórios esses bens ficariam livres para serem doados a particulares, além do que são, em sua maioria, produtos não perecíveis que, bem acondicionados, poderiam ser destinados a várias famílias carentes em crises futuras.

Apesar dos apelos da Cruz Vermelha convocando a população para que não pare de doar, sobretudo às vitimas do Maranhão, é impossível não ficar desconfiado com o destino de nossos donativos após essa denúncia. Uma situação tão revoltante na qual determinadas pessoas se valem das boas intenções de quem doa  e da desgraça alheia para proveito próprio!

Anúncios

Read Full Post »

maria_emoAh, o SBT e suas divindades mexicanas… Elas realmente nos faziam sonhar. Aliás, a nós e a uma série de outros tantos desocupados, fãs de um melodrama que só parecia ser menor que aquele que vivíamos. Quem já não conhecia a Thalia e sabia de tudo que iria acontecer até o último capítulo da novela? Um claro exemplo fórmula fixa: pobreza, humilhação, casamento e felicidade. Felicidade, aliás, que só durava até a próxima novela começar… E dá-lhe repetição!

Mas saber o que acontecia dava uma espécie de alívio. Promovia uma torcida pela “força do bem” que só essa experimentação da onisciência poderia promover. Éramos próximos de deuses. Deuses gregos, é verdade – com suas qualidades e defeitos. Um alerta que nos foi dado por Paola e Paulina. A história das gêmeas era a mesma de todas as “Marias” – exceto por ter o elemento “irmã boa e irmã má”. Elas eram, em verdade, parte do que é cada um de nós; e da oscilação entre vítimas e protagonistas que sempre adoramos fazer.

Quem também não lembra que Os ricos também choram, que A Vida é um Jogo, que A Alma não tem Cor e o que é estar No Limite da Paixão? Claro. É simples recordar daquilo com o qual nos reconhecemos. Por que eu lembraria da novela global onde o pobre vive numa casa melhor que eu? Afinal, novela tem que ser a cópia da vida real: repetitiva. E a vida, como a gente aprendeu, existe pro sofrimento. A miséria é a condição do ser humano. E lágrimas são o derreter do gelo da alma… Calma! Não se desesperem. Orem. E com muita fé! A virgenzinha de Guadalupe tudo pode resolver. Ou você seria mais um Rebelde?

Read Full Post »