Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘fome’

Mia, em 1982

Mia, em 1982

A estrela de filmes como O bebê de Rosemary ou A rosa púrpura do Cairo, Mia Farrow, desperta curiosidade. Não tanto quanto desejaria, mas já tem o bastante, fato.

Ex-mulher de Frank Sinatra e também de Woody Allen, hoje , com 64 anos [e solteira], a atriz é a  musa da Fome. Sim, da fome.  Mia luta há anos contra a situação das crianças em diversos países africanos, o que lhe rendeu uma nomeação como embaixadora da boa vontade, pela Unicef.

Na tentativa de chamar a atenção da imprensa e do público, Mia Farrow passou 12 dias em greve de fome, encerrando recentemente e pondo em seu lugar, estranhamente, o bilionário Richard Branson. Tudo pela situação de quase morte que 4 milhões de pessoas em Darfur atravessam desde que órgãos de ajuda humanitária foram expulsos após a Corte Criminal Internacional emitir um mandado de prisão contra o presidente do Sudão, Hassan al Bashir, acusando-o de ser  autor intelectual de massacres e deportações na região.

A questão envolve muita coisa, como sempre. Celebridades e bilionários não são simplesmente admirados ao se envolverem nesse tipo de questão. A questão, às vezes fica até esquecida por conta do envolvimento deles. E nada muda sem eles.

Fatal é a situação vivida lá e sequer lembrada para os lados daqui.

Cada um no seu quadrado?

Anúncios

Read Full Post »

fome de saberO Movimento Estudantil e o Diretório Central dos Estudantes lideraram ato público realizado na Área de Vivência hoje pela manhã, reivindicando melhorias na Universidade Federal do Maranhão. Entre os pleitos estudantis estão a ampliação e melhoria do restaurante [talvez até da comida], o que inclui a instalação de catracas, bebedouros e  rampas na entrada do Restaurante Universitário.

Mas o que chama mais atenção é a reivindicação do fim da taxa [R$ 1, 25] de acesso ao RU. Sim, comida grátis.  Por que não? A instituição é pública e deve servir da melhor forma [a gratuita] aos seus alunos.  Mas talvez não mesmo.

Qualidade no ensino, prenseça de professores [pelo menos], biblioteca equipada [com livros bons e novos!], segurança, transporte de qualidade [chega de Campus lotado] dentre outras, seriam reinvidicações que não causariam a mínima controvérsia.

O fato é que o RU passa por uma reforma [ainda dentro dos prazos, segundo o prefeito do Campus] e as reinvidicações prometem ser cumpridas pela Universidade, com exceção, claro, da comida grátis, afinal, o dinheiro da taxa dos milhares de alunos que passam lá por dia devem encher o bolso de alguém  [?] e com um prato de cumê dado o Movimento e Diretório possam estar mais presentes na UFMA para gritar por mais anseios e fomes da elite intelectual de São Luís.

Read Full Post »