Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Notícia de última hora’ Category

Prova

Nas últimas semanas, um tema que tem causado verdadeiro frisson na mídia brasileira é a proposição, pelo MEC, de uma nova metodologia para o vestibular. Segundo a proposta, o exame passaria a ser unificado nacionalmente (seguindo o modelo do ENEM) e daria ao vestibulando, após receber o resultado do exame, oportunidade de opção por cinco cursos em diferentes Instituições de Ensino Superior (públicas ou particulares) – aumentando, em tese, suas possibilidades de aprovação.

A ideia, segundo o ministro Fernando Haddad, é de que a prova seja composta por uma redação e 200 questões de múltipla escolha; estas últimas divididas em quatro áreas: linguagens, matemática, ciências humanas e ciências da natureza. Para ele, o processo tende a aumentar a qualidade da educação no país, visto que as escolas [de ensino médio] terão de se movimentar fortemente para adequar suas grades curriculares ao novo modelo, “mais exigente que o anterior” – “que privilegiava a decoreba e não a capacidade de pensar e resolver problemas do dia-a-dia”.

De acordo com representantes do Ministério, a substituição é um avanço para o sistema de ensino brasileiro, a exemplo do que já aconteceu na Europa e nos Estados Unidos (onde cerca de 19% dos estudantes mudam-se do seu estado natal para ingressar nos College). No tangente aos problemas para manteneção dos estudantes fora dos seus estados de origem, o MEC afirma que haverá considerável aumento de verbas direcionadas à assistência acadêmica.

Algumas polêmicas rondam, no entanto, tal transformação. A primeira delas é a pressa com que a mudança é apresentada. Outra diz respeito à justificativa utilizada pelo Ministério para promover tal câmbio (elevar o nível do Ensino Superior) – um candidato que tenha o curso X como primeira opção terá prioridade, ainda que sua nota seja menor, sobre outro candidato que escolheu o mesmo curso X como segunda opção e não foi selecionado para a sua primeira escolha.

Os estudantes receberam a notícia de forma cautelosa. O maior receio foi despertado pelos que vivem nas regiões isoladas de centros urbanos, preocupados com um possível grande fluxo de candidatos das grandes cidades do país, esquecendo, no entanto, que suas oportunidades também aumentam consideravelmente (especialmente pela diversidade de cursos que lhes será ofertada). É importante salientar, todavia, que a adesão ao novo sistema depende da aprovação dos conselhos e das reitorias de cada Instituição.

No Maranhão, o reitor da UFMA, Natalino Salgado, sinalizou positivamente à proposta. Mas e os estudantes maranhenses, que devem esperar?

Anúncios

Read Full Post »

World Pillow Fight Day. Sim, hoje é o dia mundial da guerra de travesseiros. Você deve estar pensando se tratar de um evento infantil, organizado por um parque de diversões ou loja qualquer, não é mesmo? Mas não, não é. É apenas um evento de adultos desocupados, organizado mundialmente (sim, pasmem) com nenhum propósito (a não ser “travesseirar” quem estiver no local e data combinados). Assim, do nada.

foto

Em São Paulo, maior ponto de realização do evento no país, os organizadores esperam que cerca de 1,5 mil participantes deem suas caras a tapa. Tapa acolchoado, é verdade. E você que estava disposto a tomar um voo relâmpago à capital paulista, não se desespere. São Luís está na brincadeira! Um rápido acesso a comunidades no Orkut revela que a Praça Nauro Machado receberá cerca de 50 “travesseirantes” às 17 horas. Não perca essa chance ímpar de se juntar à trupe dos sonhadores do mundo!

Sabemos: cada um tem total direito de se expressar da maneira que julgar ser interessante – o espaço é público, como se adora repetir. Mas públicos, também, são os problemas sociais que o mundo (e, mais especificamente o Brasil) enfrenta. E ficar batalhando com plumas e paetês no meio de uma real guerra é, no mínimo, consequência do desconhecimento do que é ter uma vida com dificuldades (ou pura imaturidade). Não que viver seja levar tudo a sério e esperar demasiado sentido, mas essa gente tão empenhada em organizar “grandes eventos” deveria pensar em coisas mais úteis para a sociedade… Um Fight Hunger Day seria um bom começo.

Read Full Post »

CARNAVALEm alguns cabe um montão. Uma amiga minha queria ser vazia por dentro, ela morreu emocionalmente. Ai ai. Sei que é cada loucura que se diz quando tá triste, mas só se diz porque se pensa, sente. E a tristeza de cada um sempre é a maior de todas. Como quando aquele outro tava triste num ônibus lotado, mas ouvindo uma musiquinha toda melosa, só pra chorar mesmo. Só pra ficar triste. Mais ainda.

Ou naquele dia que se disse tanta coisa que nunca se tinha imaginado ouvir, uma capacidade inata e que aquela ingrata nunca vai esquecer. É a vida. Mas parece a morte.

Nem é nada, são só umas lágrimas, com uma trilha sonora moments of love e uma sensação de que nunca vai passar. O tempo é sagaz. E doloroso. Mas passa. Pode até ficar na memória alguma coisa boa, um beijo roubado, uma noite bem dormida. Pode até ficar na memória aquele te odeio, a mão detendo o tapa, o último me perdoa. Tudo pode ficar, mas ela nunca vai passar.

Read Full Post »